SEO para imobiliárias: 5 erros que te fazem perder dinheiro

google-ama-site-imoveis

Se a sua Imobiliária tem um site, provavelmente você percebeu que não adianta apenas mantê-lo online. É necessário gerar tráfego. O SEO para imobiliárias pode te ajudar nisso!

Se você não tiver tráfego (de pessoas no seu site), não terá leads e nem vendas, certo?

Entregar mais leads é o objetivo da sua equipe de Marketing ou Agência.

O grande problema é que a maioria só está gerando leads que são pagos. Essas estratégias tem o foco apenas no Facebook Ads e no Google Ads.

Isso pode levar seu negócio a falência. Porque você só está atacando onde todos os seus concorrentes também estão.

A briga está ficando cada vez mais cara…

Alguns ditados do velho comandante Sun-Tsu já diziam:

“(…) um comandante militar deve atacar onde o inimigo está desprevenido e deve utilizar caminhos que, para o inimigo, são inesperados…” – Princípio da Surpresa.

“Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, alí, ataque com a sua maior força.” – Princípio do Emprego Correto da Força.

“(…) Obter uma centena de batalhas não é o cúmulo da habilidade. Dominar o inimigo sem combater, isso sim é o cúmulo da habilidade.”

Se mais de 90% das experiências online começam com uma pesquisa, se você quiser estar onde seu concorrente não está, você deve se posicionar bem no Google.

Como se posicionar melhor no Google

O Google precisa entregar os melhores resultados nas buscas que são realizadas. E ele usa mais de 200 fatores para decidir quais páginas ficarão nos primeiros lugares.

Você precisa de páginas boas dentro do seu site.

  • Página Inicial
  • Sobre
  • Páginas de Imóveis
  • Páginas de Busca (filtros avançados)
  • Blog
  • Páginas de artigos do blog
  • Contato
  • Landing Pages

O Tio Google usa fatores de SEO On-page (dentro da página em questão) e também SEO Off-page (fora da página em questão).

O ideal é que suas páginas estejam bem estruturadas de acordo com as melhores práticas de SEO On-Page:

  • Qualidade do conteúdo
  • Tamanho do conteúdo (acima de 2000 palavras)
  • Title Tag (H1 configurado)
  • Meta description (texto descritivo que aparece no buscador)
  • Subtítulos (no corpo do texto)
  • URL Amigável (endereço do conteúdo)
  • Tempo de permanência na página
  • Imagens compactadas (tamanho reduzido)

E todo o seu site deve respeitar também as recomendações para SEO Off-page.

  • Link building
  • Social signals
  • Quality backlinks
  • Domain age

Você pode usar a minha Ferramenta Gratuita de SEO para Imobiliárias para avaliar páginas do seu site ou o link do seu artigo.

Um fator muito importante são as 5 principais palavras-chave que o Google consegue ler no seu site:

  • imobiliária em [sua cidade]
  • casas à venda em  [sua cidade]
  • imóveis à venda em [sua cidade]
  • apartamentos à venda [sua cidade]
  • corretor de imóveis em [sua cidade]

Quanto mais conteúdos contendo as palavras “imobiliária”, “corretor de imóveis”, “casa”, “apartamento” e “imóveis” melhor.

Em uma pesquisa realizada, também foi identificado quais informações relevantes as pessoas procuram em sites imobiliários:

O que os compradores de imóveis procuram

  • 85% dos compradores querem informações detalhadas sobre o imóvel anunciado
  • 44% dos compradores acham que informações sobre a vizinhança são úteis
  • 41% dos compradores querem interagir com mapas no seu site imobiliário
  • 95% dos sites imobiliários possuem diretórios para busca de imóveis
  • 36% dos sites de venda de imóveis mostram depoimentos e revisões de clientes
  • 58% dos sites imobiliários possuem uma calculadora de financiamento
  • 56% dos sites imobiliários mostram informações demográficas da comunidade
  • 55% dos sites publicam informações que ajudam a comprar ou vender imóveis

Fonte: https://www.nar.realtor/sites/default/files/reports/2017/2017-real-estate-in-a-digital-age-03-10-2017.pdf 

Nos últimos anos venho ajudando imobiliárias a crescerem seus resultados com a internet.

Por isso, preparei esse artigo, com os principais erros que eu vejo em sites imobiliários:

Os 5 erros de SEO para imobiliárias que te fazem perder dinheiro

1. Não saber quais palavras-chave você quer rankear

Para entender os princípios de uma pesquisa de palavras-chave que traz resultados, é importante saber que as 5 primeiras posições do Google recebem mais de 67% dos cliques.

Seu objetivo é ter o seu site imobiliário posicionado nas buscas que as pessoas realizam na sua região.

Antes de qualquer pesquisa de palavras-chave, você precisa definir o seu público-alvo e documentar os seus personas.

Definir os personagens fictícios que representam seus clientes ideais (personas) é a base para qualquer estratégia de Marketing Digital que preste.

Desenvolver seu Marketing de Conteúdo vai ser essencial para você atingir palavras que as pessoas procuram todos os dias. Esse é o segredo para você trazer o público para dentro do seu site com frequência.

3% estão comprando agora e acabam procurando por: “comprar apartamento em XXX”; “alugar uma casa em XXX”; “terrenos à venda em XXX”

7% estão dispostos a ouvir e procuram por: “é melhor comprar ou alugar um imóvel?”

30% não está pensando em comprar e podem procurar “X motivos para sair do aluguel”

30% acredita não estar interessado em comprar, podemos impactá-los em: “X dicas de finança para a velhice”

30% tem certeza que não está interessado em comprar, vamos atraí-los com conteúdos do tipo: “X motivos para morar em XXX até morrer”

Para pesquisa de palavras-chave recomendo o UberSuggest gratuito ou o SEMRush que é pago.

2. Não ter um blog no seu site

Se eu fosse listar apenas 3 motivos para você ter um blog dentro do site da sua imobiliária, seria bem fácil. Por isso, vamos listar logo 6:

  • Melhor engajamento com seu público alvo;
  • Ótimo ranqueamento nos buscadores;
  • Desenvolvimento de autoridade sobre a sua região;
  • Educação do seu cliente sobre o mercado imobiliário;
  • Atrair novos potenciais clientes;
  • Tirar as principais dúvidas de compra e venda de imóveis.

Pense o seguinte….

O Google é muito inteligente. Ele sabe quais são as informações que estão dentro do seu site.

Se você quer mostrar para o Google que é importante na sua cidade, você deve produzir conteúdos sobre a sua cidade.

A melhor forma de fazer isso é desenvolvendo um blog.

O blog não deve ser tratado como uma ação única. E sim um canal que você vai utilizar com uma frequência definida para se comunicar com seu público. (2x na semana, 3x na semana…)

Com postagens constantes, as pessoas acessarão mais o seu site.

Seu site também vai começar a aparecer mais no buscador, veja exemplo:

Se quiser baixar esse Plugin Gratuito é o SEOQuake, da SEMRush.

Você consegue comparar as posições dos sites, conforme faz buscas.

Eu utilizo essa estratégia há muitos anos na minha Agência de Inbound Marketing Imobiliário.

3. Ter um site lento

As pessoas demoram menos de 8 segundos para determinar se a sua empresa é confiável ou não.

Por tanto, você tem poucos segundos para mostrar que é bom.

O próprio Google disponibiliza uma ferramenta que dá sugestões para otimizar a velocidade do seu site.

Você pode usar também a ferramenta de SEO que está na Home Page do meu site Gabriel Portilho.

A cada 1 segundo a mais que seu site demora para carregar, 10% das pessoas desistem de navegar.

Se o seu cliente precisa clicar em, no mínimo, 3 páginas para encontrar o que procura. Quanto mais tempo demorar cada página carregar, mais tempo demora para ele achar o que quer.

De acordo com meus testes, a velocidade é o fator #1 que impacta os resultados de navegação e rankeamento do seu site imobiliário.

check-list-seo-on-page-imobiliaria

 

4. Comprar links

Se você está estudando SEO, sabe que o site da MOZ é excelente para aprender mais sobre o assunto.

Eles fazem diversos testes e liberaram 2 algoritmos que classificam de 0 a 100 as páginas e o seu site:

  • Autoridade do domínio (DA)
  • Autoridade da página (PA)

Em relação a backlinks (links de outros sites que apontam para o seu), quanto maior a quantidade de links que apontam para o seu site, melhor. Porém, se links ruins (sites sem conteúdo e com nota baixa) ficarem apontando para o seu site. Isso pode fazer com o que você não seja bem classificado.

Como já falamos, o Google é muito inteligente, então não tente comprar links e não pague pessoas para apontar para o seu site.

Provavelmente que isso vai surtir o efeito contrário e você vai perder posições.

5. Publicar conteúdo duplicado

Imagine como seria ruim, fazer uma pesquisa no Google e achar um monte de conteúdos repetidos. Seria horrível, né?

É por isso que o Google só considera o conteúdo original.

O conteúdo duplicado é aquele que é copiado com muito poucas alterações.

Conteúdo repetido é um problema grave.

Você pode, por exemplo, em meio de um monte de conteúdos originais, copiar e colar uma notícia de um portal famoso.

Apesar que esta página não irá entrar nas buscas, o seu site não será penalizado. Porque o Google sabe que é apenas uma exceção.

Mas se você quiser montar um site inteiro só com páginas copiadas, vai ficar complicado de não ser banido.

Mandar seus conteúdos para redes de compartilhamento para postar em diversos sites ao mesmo tempo, também é considerado conteúdo duplicado.

Para evitar plágios no conteúdo, você pode usar a ferramenta DupliChecker para verificar se há alguma frase copiada de outra fonte.

 

PARA TODO PROBLEMA, SEMPRE HÁ UMA SOLUÇÃO.

Faça uma análise do seu site imobiliário na ferramenta que está na barra lateral do meu blog e obtenha sugestões de melhoria para você melhorar o seu website.

Clique aqui e faça agora essa análise gratuita de SEO

 

Seja o Primeiro a Comentar on SEO para imobiliárias: 5 erros que te fazem perder dinheiro

Deixe seu comentário